Ir para o conteúdo principal

07

Mar.

2013

12:12

imprimir

A- A+

Lei da Cota Zero para o transporte de pescado em Goiás já está em vigor

Foi sancionado pelo governador Marconi Perillo o processo legislativo nº 4.418/2011, que fixa a cota zero para a pesca em Goiás. De acordo com o deputado Frederico Nascimento (PSD), autor da Lei, os principais objetivos da matéria são a preservação de espécies aquáticas e garantir a atividade turística às margens dos rios.

“Temos que preservar agora para que futuras gerações possam ter contato com essas espécies de peixes ameaçadas de extinção. Muitos turistas visitam rios como o Araguaia, por exemplo, para praticar a pesca. A restrição do consumo localmente vai contribuir para a preservação da fauna aquática e garantir o fluxo turístico nas cidades ribeirinhas’, explica Frederico.

A nova legislação altera a Lei nº 13.025, de 13 de janeiro de 1997, que dispõe sobre pesca, aquicultura e proteção da fauna aquática.

Segundo justificativa apresentada pelo autor do projeto, o objetivo é adequá-lo à Reforma Administrativa introduzida pela Lei nº 17.257, de 25 de janeiro de 2011, que suprimiu da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), o seu órgão executor, a Agência Ambiental, passando suas antigas atribuições para a competência da própria secretaria.

A matéria propõe novo regramento para sistematizar a pesca esportiva na modalidade de pesque e solte, instituindo o Cota Zero, denominação que caracteriza locais a serem indicados e delimitados pela Semarh nos rios e afluentes de sua jurisdição, onde não será possível a retirada de nenhum peixe.

O objetivo principal do Cota Zero é promover a compensação por períodos de elevada pressão de pesca em determinados locais; elevação e recuperação dos estoques pesqueiros nativos; incremento do tamanho médio dos peixes; fomento do turismo de pescadores esportivos.

Possibilita ainda a manutenção do equilíbrio biológico e a adequada evolução das espécies e da biodiversidade em locais que sofrem pressão de pesca elevada e ainda se mantêm relativamente bem conservados, proporcionando a alternância econômica sustentável através do fomento do turismo.

De acordo com a matéria, os locais vizinhos às áreas indicadas serão beneficiados com o turismo direcionado à pesca esportiva, fomentando a economia local com nova fonte de renda sustentável, que resultará na qualificação da população local diretamente ligada ao turismo.

“A proposta da Cota Zero é de não permitir que sejam retirados peixes dos locais de pesca delimitados ao esporte, assim não haverá cota para o transporte de peixe, ficando apenas liberado o consumo no próprio local”, acrescenta o parlamentar.

Assembleia em Tempo Real

26/09/2016

07:06 - Semana de Conscientização sobre a Esclerose Múltipla é prevista em projeto

07:00 - Início das atividades

23/09/2016

18:34 - Encerramento das atividades

17:42 - Deputados comentam projeto que proíbe ideologia de gênero em banheiros públicos

16:03 - Projeto de Francisco Oliveira entrará em votação na próxima semana

14:20 - Projeto insere a Festa Totus Tuus no Calendário Cívico Cultural de Goiás

12:08 - Processos que alteram leis de aposentadoria tramitam na Comissão Mista

10:44 - Oficina de Libras encerra atividades nesta sexta-feira, 23

09:03 - Projeto de Lincoln Tejota prevê vagas para filhos de vítimas de violência doméstica

07:12 - Proposta visa igualar o prazo da licença-adoção à licença gestante

06:57 - Início das atividades

22/09/2016

18:34 - Encerramento das atividades

17:56 - Semana da Inclusão será finalizada nesta sexta-feira, 23

16:38 - Simeyzon comenta projeto federal que cria fundo para a Chapada dos Veadeiros

15:21 - Instituições de ensino deverão notificar alunos sem reconhecimento dos pais

13:48 - Gustavo Sebba e Santana Gomes avaliam proposta de "plano de saúde acessível"

12:25 - Projeto propõe conceder crédito a construções do Programa Habitar Melhor

11:29 - Mané de Oliveira quer que empresa informe dados de funcionário que vai executar serviço

10:52 - CCJ aprova instituição da Semana Estadual de Combate à Corrupção

09:38 - Executivo propõe alterações para ingresso no Corpo de Bombeiros

08:45 - Governadoria veta regulamentação da venda e consumo de cerveja em estádios

07:08 - Executivo propõe alterações na política de crédito do Protege Goiás

06:58 - Início das atividades

21/09/2016

18:31 - Encerramento das atividades

Carregando...